quinta-feira, março 06, 2008

Visto Americano!!


Hoje fomos ao consulado americano para nossa entrevista para o visto. Vou contar os detalhes da nossa manhã e passar nossas percepções.

Antes de mais nada gostaríamos de falar sobre a antecedência em marcar a entrevista, pois como agora o consulado quer entrevistar todo mundo, a agenda está bem cheia. No nosso caso, marcamos nossa entrevista no início de Dezembro, para conseguir ir agora, início de Março.

O consulado americano está na Chácara Santo Antônio e a primeira coisa que é indicado é chegar lá já com todos os formulários preenchidos, levar uma caneta, fotos necessárias, pagamento da taxa do visto e também, se não for de táxi, utilizar os estacionamentos mais próximos ao consulado, especialmente aqueles que cobram uma taxa fixa pelo dia inteiro (R$ 10,00) ao invés de utilizar os que cobram por horas pois pelo menos para nós, acabamos ficando quase 4 horas dentro do consulado.

Nossa entrevista estava marcada para às oito horas da manhã, chegamos às sete e a primeira fila que pegamos foi do lado de fora da grade do consulado, onde um guardinha perguntava o horário da nossa entrevista e pedia para entrar na fila para o chamado da fila do lado de dentro.

Como era cedinho não tinha tanta gente e entramos em 10 minutos, mas quando saímos às onze da manhã a fila estava enorme... então, pelo menos para nós, ter marcado no primeiro horário da manhã foi muito bom.

Entrando na fila já do lado de dentro das grades, houve uma primeira vistoria para verificar o documento de agendamento de entrevista e confirmar o horário. Pelo que notamos quem tinha horário para depois das nove e meia da manhã tinha que sair e voltar mais tarde, pois só os que estavam com horário agendado próximo iam para a próxima etapa, que era passar por uma sala de vistoria de bolsas, deixar celular e aparelhos digitais (mp3, máquina etc) no guarda-volumes e também passar pelo arco detector de metáis. Lá, os guardinhas eram bem rudes, não foram mau educados mas tbm não fizeram questão nenhuma de serem gentis...

Passando por essa sala que dá para o interior do consulado, tem um amplo espaço com bancos, guichês organizados, lanchonete e tudo muito arborizado. Fomos para fila (que se forma no banco pois podemos esperar sentados), aguardando o Citibank abrir, pois como houve um aumento na taxa do visto e já tínhamos realizado o pagamento antes do aumento, só pudemos pagar a diferença no dia. Esperamos até oito horas e quando o quichê abriu, pagamos a diferença. Vale lembrar que o ideal é pagar em dinheiro mas para quem precisar e não tiver levado, há um guichê do Banco 24hs dentro do consulado.

Saindo do guichê do citibank, demos a volta e fomos para os bancos do outro lado do ambiente, onde pessoas do consulado iam conferindo os documentos e orientando em como preecher algum campo que estivesse em branco. Esperamos mais uns 15 minutos no banco, a fila foi andando e entramos na outra fila, para os guichês de Pré-entrevista. Nesse guichê, mostramos nossos passaportes, formulários e a pessoa do guichê perguntou se já tínhamos ido aos Estados Unidos. Falamos que sim e ela verificou todos os vários vistos no passaporte, marcando um por um. Ficou com toda documentação e passaportes e nos deu uma senha, que primeiramente seria utilizada para as impressões digitais e depois, para a entrevista final.

Saimos do guichê e sentamos novamente nos bancos no meio do ambiente, onde não há filas mas as senhas são chamadas aleatoriamente, pelo aúdio, informando qual a senha chamada e para qual guichê deve ir.
Assim que chamaram nossa senha fomos para o guichê de impressões digitais, colocamos a mão esquerda no visor, depois a mão direita e após isso, os dois dedões bem juntinhos. As intruções de como proceder estão em cartazes nas paredes e a pessoa que atende foi muito educada nessa hora, era uma americana, falando português com um sotaque bem carregado.
Terminamos a impressão digital e aí voltamos para os bancos do meio aguardando a chamada para entrevista. Nossa senha era de número 147 e naquela hora, ainda estámos na senha 53 para entrevista... resolvemos ir para a lanchonete pois de lá tem um painel informando em que senha está, e quando faltavam 10 senhas para nossa ser chamada, fomos novamente para o ambiente dos bancos. Acho que esse foi o momento de espera mais longo entre todos, pois as outras filas foram sempre rápidas e essa janela que demorou mais, acho que ficamos uns 40 minutos esperando, o que foi ótimo pq pude avançar vários capítulos do livro que estou lendo e o maridão, que tinha levado a 4 Rodas desse mês, devorou-a inteira!
Chegou nossa senha e fomos até o guichê indicado, há um telefone do lado direito que vc pega para conversar com a pessoa que está do outro lado do guichê e enquanto ele vai vendo os documentos vai fazendo as perguntas. Quem pegou o telefone foi o maridão e aí o senhor que nos atendia foi fazendo várias perguntas, entre elas: "Querem ir para New York?"... e o maridão: "Sim"... e o cara: "Fazer o quê?" e nós: "passear, pois vamos morar no Canadá". Nesse momento o cara parou, pq até então ele estava com nosso passaporte em mãos mas não tinha visto o visto de imigração canadense (acho que eles só tem olhos para os vistos americanos). Eu tirei da pasta que havia levado os documentos oficiais canadenses de permissão para residente permanente, mais o livro e a carta que vieram com nossos passaportes no dia que fomos buscar o visto e passamos pela janelinha estes documentos para o senhor. Ele olhou com interesse e fez cara de surpresa, perguntou como era o processo, se tinha demorado, qual cidade iríamos morar... ou seja, mudou completamente de fisionomia e assim q nos devolveu os documentos, passou nossos passaportes no leitor de barras e falou: "seus vistos estão aprovados, boa viagem e boa sorte".
Pronto, toda possível dúvida e receio que tínhamos passou e saímos rindo e falando sobre quando seria nossa viagem para os Estados Unidos.... hehehe.
Aí foi só pegar os formulários do Sedex, preencher com nosso endereço, pegar mais uma filinha rápida para o pagamento, receber o comprovante e verificar: entrega em 6 dias úteis após a emissão do visto. Deu até pra colocar nosso endereço aqui do apartamento ainda pois até o final do mês estamos aqui e podemos receber os passaportes.
Olhamos no relógio e eram quase 11 horas da manhã, fomos até o carro, estávamos leves e tranquilos.... pena que depois de uma tarefa cumprida logo tem outra na sequencia para fazer, mas tudo bem, estamos caminhando em direção ao nosso objetivo e de maneira prazerosa tudo o que precisamos estamos conseguindo.
Ufa, chega de escrever.... pra quem chegou até aqui, foi isso, obrigada, acho que esse post ficou tão longo q nem eu o leio novamente.
bjs,
Ci.

3 comentários:

Jeanne disse...

Eu tive sorte de conseguir o visto sem ter que esperar muito porque tirei visto de trabalho pela empresa. De quebra pedi o de turismo lá na hora e els me deram. 2 dias depois meu passaporte estava em casa!
Bjs

Ci disse...

Oi Jeanne,
Pois é, nem todo mundo tem essas facilidades e na verdade, quando faço os textos no blog é sempre pensando em passar minha experiência, para ajudar quem precise. Mesmo assim, valeu pelo comentário ;)
abraços,
Ci.

Sandro e Família disse...

Ci

Recentemente consegui os vistos americanos para a família toda no consulado aqui no Rio mas não contamos sobre o processo de imigração.

Parabéns pelo blog.

Abraço